Vamos aprender através de todos os estímulos?

Vamos aprender através de todos os estímulos?

Os primeiros meses de escola já estão a terminar, e com isso o reconhecimento de como estão as nossas crianças estão a evoluir.
É hora de investigar todos os processos de aprendizagem e entender o que está ou não consolidado.

Lembrem-se que dificuldades todas as crianças vão ter em alguma altura da sua escolaridade ou em algum campo de aprendizagem específico. Porque são seres únicos com capacidades e gostos diferentes.
Mas se as dificuldades se mantêm por demasiado tempo, vamos intervir e não esperar que eles cresçam mais um bocadinho ou aguardar até que consigam fazer sozinhos.
Não podemos nem vamos ter medo de ouvir que alguma coisa pode não estar bem, mas pelo contrário vamos identificar as dificuldades e trabalhá-las até à exaustão.

Por várias vezes vos falei em estimular de maneira diferente. Se o método normal não é suficiente temos de sair da normalidade e descobrir o que torna a aprendizagem mais fácil, os pontos fortes de trabalho da criança e a sua resposta aos estímulos multissensoriais.

E quem são eles?
Estímulos olfativos, gustativos, auditivos, visuais, tácteis, cinestésicos, vestibulares.
Existem várias maneiras de apresentar o mesmo conteúdo, cada uma delas vai atrair um ou mais estímulo multissensorial.
Para isso necessitamos de ir introduzindo os conteúdos com várias formas de apresentação (com todas as estimulações neuro sensoriais), com representações concretas do que estamos a trabalhar (o reconhecimento no dia-a-dia permite o enquadramento do conteúdo na realidade) e com expressões variadas.
Vamos permitindo pelas várias formas de criar contexto, que haja uma interligação entre o conteúdo (matéria escolar ou não) e a maneira como representamos esse conhecimento.

Esta exposição ao conhecimento bem como a sua representação (o conhecimento aprendido), vai variar de criança para criança e de estímulo, permitindo a cada área do cérebro que os representa (os estímulos) ser ativada.
Quando as áreas são ativadas vão por sua vez trabalhar em simultâneo com as restantes, traduzindo-se a aprendizagem, numa memorização do conhecimento e por último, mas muito importante a consolidação dos conhecimentos.
Vamos aprender através de todos os estímulos?

Sara Lourenço Gomes

Terapeuta da Fala. Durante a minha licenciatura em terapia da fala percebi que afinal todas as dificuldades que tinha sentido na aprendizagem escolar tinham um nome. Talvez por isso seja tão estimulante e gratificante trabalhar e acompanhar o crescimento destas crianças no dia a dia.

Artigos Relacionados

Caminhar com firmeza

Caminhar com firmeza

Novembro 08, 2020
Um novo despertar

Um novo despertar

Setembro 16, 2020
Terapia em férias

Terapia em férias

Julho 26, 2020

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *

Sobre

About Me
Determinada, entusiasta e enérgica gosto de sentir que crio valor. Desafios que envolvam comunicação, liderança e criatividade são para mim! Gosto do frio da barriga de novos começos. A monotonia aborrece-me e a paciência não é propriamente o meu forte...

Continuar a ler

Contactos

Parceiros

×