O que é a dislexia?

O que é a dislexia?

Existem várias definições sobre o que é a Dislexia, a mais abrangente foi definida pela Associação Internacional de Dislexia em 2002, que define da seguinte forma:

“Transtorno específico da aprendizagem de origem neuro biológica, caracterizada por dificuldade no reconhecimento preciso e/ou fluente da palavra, na habilidade de descodificação e em soletrar. Essas dificuldades normalmente resultam de um défice no componente fonológico da linguagem e são inesperadas em relação à idade e outras habilidades cognitivas.”

Este transtorno de aprendizagem pode incluir problemas de leitura, cálculo, ortografia, expressão, compreensão, assim como o uso de linguagem verbal e não verbal.

Falar de Dislexia é falar num turbilhão de emoções quer para as crianças quer para os pais.

A dislexia causa dificuldade na identificação do som que cada grafema pode ter, assim como o inverso. Cada símbolo (grafema) tem o seu som (ou sons), o seu significado e a sua aparência.

Identificar o grafema /a/ e perceber que aquela imagem pode ter mais do que um som é uma tarefa extremamente difícil. Se vos pedir para enumerar quantos sons faz o grafema /a/ vocês são capazes? Variamos desde o /a/ – Carro, um som forte, ou /a/ – pano, um som fraco, /ã/ – lã, campeão, canteiro, sons nasais. Reconheceram todas as representações sonoras que a mesma letrinha pode ter?

A leitura exige este mecanismo complexo sistematicamente, e a escrita exige que se faça o processo de descodificação inverso, saber que aquele som tem uma representação gráfica e que existem grafemas que podem ter o mesmo som (pensem na confusão da escolha entre um /c/ ou um /q/, ou entre um /x/ e um /ch/)!

Mas os sons não vem sozinhos, as palavras são a junção de sílabas e as sílabas a junção de fonemas!

As crianças chegam à Terapia da Fala frustradas, sem gosto pela escola muito menos pela leitura e pela escrita, já os pais, parecem perdidos e maioritariamente com um sentimento de culpa e muitas dúvidas.

Pais, respirem! Cada criança é uma criança, não trazem manual de instruções, mas personalidades distintas e desafiantes, com ritmos de aprendizagem diferentes. Assim é a própria Dislexia. Por muitas definições que se leia, por muita informação que se recolha, a grande dificuldade vai ser sempre: – como ajudar?

De todas as maneiras possíveis e imaginárias, mas acima de tudo por tentativa erro… Eu sei que não é a melhor resposta, mas é a mais honesta que vos podia dar.

Claro que existem técnicas, métodos, uma panóplia de exercícios, mas o melhor mesmo é o que resulta com cada criança.

Depois de encontrado o método certo, surge para cada criança e para cada família, o trabalho sistemático, persistente e diário, o começo de uma caminhada para a vida toda!

A jornada é longa, vamos caminhar?

Sara Lourenço Gomes

Terapeuta da Fala. Durante a minha licenciatura em terapia da fala percebi que afinal todas as dificuldades que tinha sentido na aprendizagem escolar tinham um nome. Talvez por isso seja tão estimulante e gratificante trabalhar e acompanhar o crescimento destas crianças no dia a dia.

Artigos Relacionados

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *

Sobre

About Me
Determinada, entusiasta e enérgica gosto de sentir que crio valor. Desafios que envolvam comunicação, liderança e criatividade são para mim! Gosto do frio da barriga de novos começos. A monotonia aborrece-me e a paciência não é propriamente o meu forte...

Continuar a ler

Dislexia dia a dia

Contactos

Parceiros