Em recuperação…

Em recuperação…

Andamos caladinhas porque estamos  em modo “ recuperação” de um ano super desafiante.

As notas foram ótimas: quatros e cincos e só um três. Quem tem filhos dislexicos sabe que estás notas são para nós pais o equivalente a 100% a quase tudo.

Olhamos para estes resultados e sentimos o esforço imenso que fizemos. Foi mais ou menos como fazer uma corrida com um saco de pedras às costas.

Este ano ensinou-nos que o sucesso de faz de muito muito trabalho e sorte. Sorte com os professores que apanhamos que quando compreendem o que é a dislexia fazem toda a diferença na aprendizagem e sorte com o compreensão dos amigos na escola que se não percebem o que é a dislexia nos destroem a auto-estima em três tempos. Não devíamos precisar de sorte. Mas infelizmente precisamos. E isso cansa, e às vezes deixa-nos profundamente tristes e desanimadas.

Estamos treinadas a construir em cima do que é injusto, por isso a tristeza dura pouco e o foco é na solução do que podemos resolver e influenciar.

E é por isso que este foi o ano que lançámos o projeto escolas que sensibilizou mais de 100 escolas e 30.000 crianças. E em Setembro vamos lançar um novo projeto de sensibilização de crianças e professores.

Por agora precisamos de descansar e abrandar o ritmo. A Francisca mantém os trabalhos diariamente e fá-los sem refilar com a consciência que é o necessário para  o seu sucesso. Ansiamos as duas pelo 15 de agosto que será o início de 15 dias de liberdade total com zero trabalhos. Sem falsas modéstias, merecemos tanto ! ❤️

Ps- Queridos professores guardem um espaço para a implementação do nosso projeto de sensibilização gratuito e preparado com imenso carinho para a vossa escola!

Patrícia Teixeira de Abreu

Vivo a vida com intensidade e acredito que a dislexia pode ser uma oportunidade única de crescimento para uma família de miúdas com garra.

Artigos Relacionados

2 Comentários

    Avatar

    Manuel Alçada

    21st Jul 2022 - 7:01

    Obrigado pela partilha!

      Patrícia Teixeira de Abreu

      Patrícia Teixeira de Abreu

      30th Jul 2022 - 7:09

      De nada Manuel!Esperamos que ajude! Patrícia e Francisca

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *

×