Dia Internacional da Dislexia – Convite Descolar

Dia Internacional da Dislexia – Convite Descolar

Eu, a Clara Gomes, a Rita Bonança e a Margarida vamos estar à conversa, sobre a dislexia,  no Dia Internacional da Dislexia – 10 de Outubro, num debate moderado pela jornalista Helena Castro e a convite da Descolar.

Este encontro será marcado pelas nossas experiências de vida sobre a dislexia.

A Clara, fundadora da associação Descolar, é professora de Português e Educação Especial , doutoranda em Educação Especial Perturbações de Leitura e Escrita. Criou ao longo dos anos algumas aplicações tecnológicas que permitem desenvolver a aprendizagem da leitura e da escrita de forma lúdica.

A Rita é Professora de Educação Especial e Investigadora em Perturbações da Aprendizagem Específica. É também directora da Associação Portuguesa de Dislexia- Polo dos Açores e Coordenadora do Referencial sobre Boas Práticas inclusivas-4Dis.

A Margarida com 14 anos, é uma aluna cheia de garra, disléxica e um exemplo de força e determinação.

Eu, sou  mãe de uma criança disléxica e vou partilhar a minha experiência, os medos, as ansiedades, mas também as conquistas e evoluções. Na verdade o que aprendi sobre dislexia, aprendi com o coração. A forte conexão com a Francisca e a interacção com um conjunto de pessoas fantásticas que encontrei neste caminho ajudaram-me a  tornar a aprendizagem da minha filha mais leve e feliz.

Obrigada à Descolar pela iniciativa e pelo simpático convite.

Este webinar é gratuito, mas sujeito a inscrição prévia aqui
Receberá o email de acesso na véspera do evento.

Contamos consigo, dia 10 de Outubro, às 11h!

Patrícia Teixeira de Abreu

Vivo a vida com intensidade e acredito que a dislexia pode ser uma oportunidade única de crescimento para uma família de miúdas com garra.

2 Comentários

    Avatar

    Maria Fernanda Ferreira Oliveira

    9th Out 2020 - 22:31

    Boa noite, vi a entrevista hoje no programa da Dina Aguiar na RTP1, fiquei curiosa e resolvi consultar a página.
    Tenho uma filha que sofreu muito com este “problema” Dislexia. Atualmente está num curso superior de fisioterapia, antes tirou um curso Profissional Superior de Termalismo numa Escola Pública com muito boa média final. Atualmente já se fazem diagnóstico a estes alunos nas escolas, mas quando a minha filha precisou não havia e a dislexia era algo não valorizado pelos professores. Felizmente encontrei uma psicóloga num ataque de desespero da minha filha no 7º ano e me alertou para o problema. Tive que procurar ajuda no privado e depois de muito bem acompanhada e orientada, ultrapassou o problema da leitura, da escrita e da auto estima. Como foi diagnosticada muito tarde (8º ano)não conseguiu recuperar a matemática, a melhor opção de continuação de estudos foi o ensino profissional e conseguiu chegar ao curso de fisioterapia que ela sempre desejou.
    Força e coragem aos pais e nunca desistam, embora á vezes se equacione, o caminho é logo e penoso, mas o resultado final é gratificante. Os nossos “disléxios” são os maiores.

      Patrícia Teixeira de Abreu

      Patrícia Teixeira de Abreu

      9th Out 2020 - 23:27

      Boa noite Maria Fernanda,
      Muito obrigada pelo seu testemunho. Não imagina como é tão importante ler estas experiências de sucesso.
      Muitos parabéns à sua filha.
      Um grande beijinho
      Patrícia

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *

×