Ideias para trabalhar ao fim de semana…a sorrir!

Ideias para trabalhar ao fim de semana…a sorrir!

Sábado.
Eu vou estar fora de casa grande parte do dia e a Francisca monta a sua cidade de “ Playmobils” na sala. Suspiro. Ok. Não se pode ter tudo. Prefiro que brinque e desarrume a sala do que passe horas no tablet.
Chego a casa ao final do dia com uma irresistível vontade de “sofazar” o resto da tarde. Começa de mansinho:
– Hoje não passámos tempo nenhum juntas.
– Pois não. Mas estamos juntas agora!
– Pois é…gostava de fazer um programa contigo. Só as duas.
– Hummm… o quê?
– Podíamos fazer as bolachas da bisa.
(e eu com zero vontade devo ter feito um esgar de dor)
Ela rapidamente:
– Que tal se lesses um bocadinho do teu livro “descansadinha”no sofá e depois fazíamos as bolachas?
(é top esta capacidade de empatia que muitas vezes as crianças disléxicas têm mais desenvolvida que as outras)
– Hmmm…e os trabalhos?
– Fazíamos depois…
Fizemos as bolachas, enquanto conversávamos animadamente sobre as “tricas” da escola. Estava radiante. E eu pensei que era a altura ideal para aproveitar o seu estado emocional tão positivo para associar uma experiência de trabalho diferente.
– Sabes o que gostava mesmo?De ter o meu livro de receitas passado a limpo. As manas já passaram uma parte. E se o trabalho de hoje fosse passar 2 receitas em “auto ditado” (uma técnica que a terapeuta usa para diminuir os erros)?
– Pode ser. Gosto de fazer os trabalhos com o cheirinho das bolachas.

Moral da história: trabalhar todos os dias não tem de ser complicado, aborrecido e monótono. Temos de aprender com eles e inventar formas divertidas de ensinar, para que a aprendizagem seja automática e inconscientemente associada a uma boa experiência.

Patrícia Teixeira de Abreu

Vivo a vida com intensidade e acredito que a dislexia pode ser uma oportunidade única de crescimento para uma família de miúdas com garra.

Artigos Relacionados

2 Comentários

    Avatar

    Marta

    6th Dez 2021 - 8:19

    Quando mesmo cansadas temos disponibilidade emocional para os outros, as ideias sugem , as estratégias “pipocam”….E é tão bom!! Parabéns a esta dupla doce e criativa. Quero uma bolacha da bisa;)

      Patrícia Teixeira de Abreu

      Patrícia Teixeira de Abreu

      10th Dez 2021 - 20:48

      Obrigada querida Marta! um beijinho

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *

×