As Bandas Desenhadas das escolas!

As Bandas Desenhadas das escolas!

Já seguiram esta sexta-feira via CTT os kits para as escolas para a semana da dislexia. São 25 escolas que vão participar nesta iniciativa de norte a sul do país . São cerca de 15.000 crianças que vão receber a banda Desenhada da dislexia e que vão fazer actividades na escola nas semanas próximas do dia da dislexia (10 de Outubro).

Muito obrigada a todas as escolas que aderiram, a todos os professores que querem saber mais, que querem fazer a diferença, e que apesar do trabalho do dia a dia, aceitaram este desafio.

Obrigada a todos os pais que inscreveram as escolas, que apresentaram o projecto e que nunca desistem.

E muito obrigada à Fidelidade que tornou esta acção possível através da impressão destas bandas desenhadas e do seu envio gratuito para as escolas.

Esta semana foi uma semana dura, mas ao mesmo tempo muito feliz.

Quando no pico do cansaço penso que isto é uma gota no oceano, lembro-me de uma conversa deste Verão com uma miúda muito querida de 7 anos, que antes da escola começar, me dizia preocupada:

– Tenho medo da escola. Eu acho que os meus amigos quando souberem que eu sou disléxica vão gozar comigo.
– Vais-lhes dizer?
– Eles vão perceber. Eu demoro imenso tempo a fazer as coisas.Vão achar que sou burra.
– Tu não és burra. Só aprendes de outra forma. Sabes, se calhar eles vão gozar um bocadinho. É verdade.Mas eu acho que eles gozam porque não sabem o que é.
– Mas o quê que eu faço?
– Vou-te dar uma banda desenhada que explica “tudinho” como uma história. E tu com a banda Desenhada na mochila vais-te sentir mais confiante para lhes mostrares que há imensos disléxicos famosos que também aprenderam de forma diferente como tu.

Está nas nossas mãos evitar estes medos e ansiedades de crianças que se sentem diferentes. É fácil. É só educarmos os nossos filhos para a diversidade, imprimirmos uma destas bandas desenhadas e explicar que …

…a diferença faz o génio!

Pode imprimir uma banda Desenhada ao clicar aqui.

Patrícia Teixeira de Abreu

Vivo a vida com intensidade e acredito que a dislexia pode ser uma oportunidade única de crescimento para uma família de miúdas com garra.

Artigos Relacionados

2 Comentários

    Avatar

    Beatriz

    17th Out 2021 - 22:33

    Olá, tenho um filho com 12 anos com dislexia. Tem boas notas, muito esforçado e com vontade de vencer, esta batalha que muitas vezes foi, é e será difícil. Sempre que muda de escola os professores são pouco sensíveis para a problemática do João, não lhe querem fazer a leitura dos testes, nem lhe dar mais tempo sempre que se justifica para a realização de fichas ou exercício durante as aulas. Até me disseram que iam fazer uma revisão do RTP e mudar os direitos que o João tem. É muito complicado eu dizer ao meu filho que confie nos professores, quando se apercebe que não existe vontade deles para o ajudar.
    Em casa damos lhe o apoio necessário possível e impossível. Mas as escolas não estão preparadas para estas crianças que querem ser bons alunos e não os deixam…

      Patrícia Teixeira de Abreu

      Patrícia Teixeira de Abreu

      7th Nov 2021 - 19:23

      Olá Beatriz,
      Há de facto um enorme caminho a fazer na sensibilização para a dislexia.
      Será que não conseguimos colocar o projecto escolas na escola do João?
      Um beijinho
      Patrícia

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *

×