Entrevista ao Francisco Stilwell Fonseca

Entrevista ao Francisco Stilwell Fonseca

Francisco Stilwell Ferreira da Fonseca tem 37 anos. Foi campeão do mundo sub 16 em windsurf, campeão nacional e atleta do circuito mundial. Licenciado em Marketing, é especialista em storytelling e na definição e implementação de estratégias de Marketing nas empresas. O Francisco vive em Inglaterra onde fez o mestrado em escrita criativa. É co-autor de vários livros infantis e autor do blog People of Devon Project onde tem uma parceria com a BBC.

Numa conversa descontraída, o Francisco conta-nos a importância que uma professora americana teve na sua vida ao ajudá-lo através de um ensino assente na escrita de cartas sem grandes pressões nem ansiedades. Foi diferenciador para o Francisco ter alguém fora da família que acreditasse genuinamente nele.

O windsurf também teve um papel muito importante porque o ajudou a fazer amigos e a ganhar confiança. O facto de ser difícil e de ser um desporto de sensações em que não há um caminho único foi uma óptima forma de explorar as potencialidades da dislexia. De facto, cada onda é uma onda e a imaginação e a criatividade para surfar são fundamentais, num desporto que exige grande destreza e flexibilidade.

Apesar do mestrado em escrita criativa e da carreira de sucesso no storytelling, conta que na infância embora as suas histórias fossem muito criativas, entregava os textos a azul à professora e voltavam a encarnado. Na verdade, enquanto para as outras crianças a escrita era automática, para o Francisco a imaginação é que era automática.

Mas a criatividade ganhou aos erros ortográficos, e o Francisco acabou por fazer um mestrado em escrita criativa na Universidade de Exeter.

Hoje é Diretor de Marketing numa empresa inglesa, e conta-nos que em adulto arranjou estratégias para contornar os erros com ajuda de o corretor ortográfico e de amigos que corrigiam os textos. O medo dos erros nos e-mails para o CEO está lá sempre, mas continua a acreditar que são as ideias que fazem o mundo girar.

Defende que os pais deviam ser super-heróis para os filhos até mais tarde. Isto porque quando os pais estão ansiosos as crianças sentem, e isso não é bom.

Adorei esta conversa com o Francisco, principalmente por causa das perspectivas tão diferentes, que demonstram tão bem que há vários caminhos para o sucesso. Obrigada Francisco pela disponibilidade, simplicidade e boa disposição. Ainda nos rimos que nos fartámos depois de carregar no pause da gravação – não é nada fácil entrevistar alguém que escreve em parceria com a BBC!

Pode ver a entrevista aqui.

Patrícia Teixeira de Abreu

Vivo a vida com intensidade e acredito que a dislexia pode ser uma oportunidade única de crescimento para uma família de miúdas com garra.

Artigos Relacionados

Entrevista Dra. Paula Teles

Entrevista Dra. Paula Teles

Fevereiro 07, 2021
Entrevista a Nuno Delgado

Entrevista a Nuno Delgado

Setembro 13, 2020

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *

Sobre

About Me
Determinada, entusiasta e enérgica gosto de sentir que crio valor. Desafios que envolvam comunicação, liderança e criatividade são para mim! Gosto do frio da barriga de novos começos. A monotonia aborrece-me e a paciência não é propriamente o meu forte...

Continuar a ler

Dislexia dia a dia

Contactos

Parceiros

×