Começar

Começar

Gosto muito mais de começos do que de recomeços. Recomeçar pressupõe sempre uma experiência passada que mal ou bem vai impactar a nossa experiência futura. Começar é escrever num livro em branco, sem estarmos condicionados pelas páginas anteriores. Eu gosto disso. Eu gosto mesmo muito disso.

Nestas férias maravilhosamente simples pensei na quantidade de coisas que começámos este ano:

O blog, o frio na barriga, o desconforto de um mundo completamente novo. No ano passado por esta altura o blog era um embrião na gaveta dos meus sonhos que eu tinha uma ténue ideia de que gostava de realizar. Foi nas férias, é sempre nas férias que tomamos grandes decisões, que senti a certeza que era mesmo para avançar.

A adrenalina, a necessidade de escrever e a construção de uma marca com todos os desafios inerentes (que marca é que vais ter? Qual o target? O posicionamento, o logo, o plano de comunicação … uma infinidade de coisas das quais eu estava tão longe)

A evolução da Francisca e o facto de começar a ler por prazer – cinco livros num ano. “ Francisca vais em que página?”,”Oh mãe não sei não é? Eu estou entretida não história não vi. Tu sabes que o Greg disse que…”

As aulas on-line, os webinares, a pandemia, o medo, o cansaço extremo, o trabalho intenso e as birras – que nos obrigaram a olhar para as coisas de outra forma.

A tranquilidade que precisámos de procurar no meio da confusão, as pessoas que entretanto chegaram às nossas vidas e as que por uma razão ou por outra tivemos de deixar ir.

Cheio de altos e baixos, cheio de coisas inesperadas, 2020 foi para nós um ano de muitos começos.E isso é bom.É maravilhosamente bom!

Agora vamos começar um ano lectivo novinho em folha ou vamos recomeçar a rotina da escola e do trabalho diário? Eu prefiro a primeira hipótese. É tudo uma questão de mindset!

Bom ano para todos!

Patrícia Teixeira de Abreu

Vivo a vida com intensidade e acredito que a dislexia pode ser uma oportunidade única de crescimento para uma família de miúdas com garra.

Artigos Relacionados

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *

×