Absolutamente “Telefarta”…

Absolutamente “Telefarta”…

Não me apetece escrever. Sinto-me cansada e farta de tanta limitação que o Covid nos trouxe. Meses e meses fechadas em casa. Já não há webinares que me cheguem, nem criatividade que me ajude. Parece que a energia se desvaneceu. Entrou tudo em piloto automático nesta realidade tão pequena.

A Francisca tem sido impecável. Cresceu imenso nesta pandemia. Controla os horários os trabalhos, faz as fichas extra, e não tem feito birras para trabalhar. Anda feliz entre as aulas, os passeios de bicicleta nos intervalos e as brincadeiras com os primos que lhe enchem a alma.

Hoje dei por mim a pensar, se ela está tão bem e a aprender com tranquilidade porque é que eu me sinto assim? Talvez porque o mundo dela se expandiu nesta fase do desconfinamento (com os primos e mudança de cenário) e o meu se retraiu (porque a falta da vida para além da família é evidente).

Este post é para todas as mães que se sentem exaustas. Para que não se sintam as únicas e para que não duvidem que acompanhar as nossas crianças neste enquadramento é muito cansativo. Neste caminho faz parte a consciência de que não somos super mulheres e que às vezes é fundamental pararmos e desligarmos das obrigações.

Felizmente tenho projectos giros a começarem, propostas para o blog a desenvolver, mas por enquanto o que eu preciso mesmo é de desligar deste padrão monótono de “teletrabalho”,”telefamília”, “telecompras” e “teleamigos”.

Estes dias vamos estar out. “Out” de trabalho, de obrigações chatas de aulas e até de terapia.Vamos aproveitar para mudar padrões e esperar que a energia volte ao normal.

PS- Se Domingo não houver post é porque resolvi ficar out mais uns dias em…”teledescanso” para voltar “telenova”!

Patrícia Teixeira de Abreu

Vivo a vida com intensidade e acredito que a dislexia pode ser uma oportunidade única de crescimento para uma família de miúdas com garra.

Artigos Relacionados

Desligar

Desligar

Julho 01, 2020
Chegámos à Meta!

Chegámos à Meta!

Junho 28, 2020

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *

×