A Semana da Dislexia e novidades!

A Semana da Dislexia e novidades!

Hoje é o dia Internacional da Dislexia e eu dei por mim a pensar que só retive a existência deste dia o ano passado. Na verdade, nem sabia que existia. Há 2 anos atrás isto era um mundo que me passava completamente ao lado.

Esta semana foi mesmo muito intensa. Um deadline muito importante no escritório, teste dos ossos e ditado da Francisca, aula de dança do projecto da “Dislexia para o Mundo” com a Cláudia Dias e ainda a semana da dislexia com todo o esforço adicional que isso representa.

Numa semana falei sobre dislexia na Antena 1, na Rádio Observador, no Público, na SIC, na RTP e hoje vou conversar a convite da Descolar com a Rita Bonança e a Clara Gomes num Webinar sobre as várias perspectivas da dislexia.

Na verdade sinto-me exausta, mas também muito feliz por ter tido a oportunidade de dar voz a muitas crianças que precisam de ter uma aprendizagem mais leve e feliz! E isso vale todo o cansaço e esforço destas últimas semanas.

Hoje é um dia muito importante. Quando expliquei à Francisca que a agitação desta semana se devia ao dia da dislexia, a Francisca disse-me que se era o dia da Dislexia merecia um bolo. Concordo plenamente. Hoje cá em casa vamos ter bolo e festejar o dia da dislexia que na nossa família nos ensina todos os dias a olhar para as coisas de uma forma diferente.

Nada melhor que comemorar o Dia Internacional da Dislexia com uma novidade! A partir de hoje vamos ter uma parceria com uma sociedade de advogados , a Abreu Advogados, que aceitou o desafio de nos ajudar a compreender melhor os direitos das crianças disléxicas.

Uma equipa de advogados da Abreu, coordenada por Madalena Bernardes Coelho, e os advogados André Modesto Pinheiro, Maria Cabral de Azevedo, João da Cunha Empis e Sílvia Bessa Venda, vai desenvolver um completo conjunto de temas em torno do Decreto de Lei 54/2018, esclarecendo e as principais dúvidas dos pais no acompanhamento dos seus filhos, desde a fase de diagnóstico, promovendo e contribuindo para educação inclusiva e literacia jurídica.

O nosso sincero agradecimento à Abreu Advogados. Sejam muito bem vindos!

Patrícia Teixeira de Abreu

Vivo a vida com intensidade e acredito que a dislexia pode ser uma oportunidade única de crescimento para uma família de miúdas com garra.

4 Comentários

    Avatar

    Susana

    11th Out 2020 - 17:08

    Adorei esta iniciativa do blog, de que tive conhecimento pela SIC hoje. Ainda não tive tempo de o explorar.
    Mas desde já, muitos parabéns pela iniciativa!
    É muito bom saber que outros pais se preocupam, têm iniciativas louváveis, e vão ultrapassando os obstáculos no dia a dia, e já tiveram as mesmas angústias …
    Partilhar é muito importante. E sinto-me muito perdida ainda!
    Sou mãe da Mariana, uma menina de 10 anos, à qual foi diagnosticada/confirmada dislexia/disortografia neste mês de Setembro.
    Tenho um mundo de coisas para descobrir para ajudar a Mariana.
    Um tanto perdida…e angustiada…àprocura do melhor método para ajudar a Mariana, que não obstante estar num colégio privado não tem grande ajuda, porque este não pretende contratar uma prof. com a preparação adequada… Mas do qual precisamos porque é importante que a nossa filha se sinta confortável lá… Aliás, também tenho no mesmo colégio outra filha com 8 anos, no 3º ano, sem qualquer dislexia.
    Para começar, adorava ter acesso ao vosso webinar de ontem. Pode ser?
    Neste momento procuramos o melhor esquema de apoio para a Mariana extra-escola…
    Muitas dúvidas: terapeuta da fala, psicomotricista, prof. de ensino especial…por onde começar e qual o melhor método…
    Na sua perspectiva, qual o melhor especialista/equipa/resposta para ajudar na zona de Coimbra?
    Muito grata!

      Patrícia Teixeira de Abreu

      Patrícia Teixeira de Abreu

      14th Out 2020 - 21:20

      Boa noite Susana
      Desculpe o atraso na resposta, mas têm sido uns dias grandes.
      É normal sentir-se perdida e angustiada nesta fase. É o choque. Envio-lhe o meu primeiro post sobre isso.

      https://dislexiadaybyday.com/day-by-day/a-minha-filha-e-dislexica-e-agora/

      Pense que a Mariana simplesmente aprende de forma diferente e o desafio vai ser encontrar a forma mais fácil para ela.Da minha experiência com a Francisca para mim é fundamental uma terapeuta em quem confie para trabalhar com ela. Normalmente as escola não disponibilizam. A terapeuta vai guiá-la também a si como mãe e dar-lhe alguns truques. Hoje em dia pode fazer on-line. Não conheço em Coimbra mas conheço em Lisboa que fazem esse acompanhamento on-line. Se precisar passo-lhe alguns contactos.
      Um beijinho e vai correr tudo bem. No que eu puder ajudar por favor diga.
      Patrícia

    Avatar

    ANA CARINA RIBEIRO

    12th Out 2020 - 14:07

    Boa tarde,

    Estou a iniciar e a pesquisar o que é a Dislexia, porque a minha filha anda na terapia da fala desde os 5 anos e este ano, com, 8 anos viram que estavam a ter a terapia errada que o problema dela não ser a como ela disse, acho eu, perturbação de leitura e escrita, inversão de palavras , mas sim dislexia, ela vai ser encaminhada agora para uma especialista para fazer uma avaliação mais rigorosa, por isso, vi na Sic a sua exposição e decidi segui-la para tirar duvidas e olhar para a Dislexia com outros olhos, porque quando isso me caiu em cima, fiquei um pouco assustada, preocupada, e ate com sentido de culpa que muitas vezes não tinha a paciencia que devia quando a minah filha mostrava dificuldades em leitura. Desculpe o testamento mas quando comecei a escrever saiu-me isto tudo, um desabafo. Obrigada.

      Patrícia Teixeira de Abreu

      Patrícia Teixeira de Abreu

      14th Out 2020 - 21:47

      Boa noite Carina
      Desculpe o atraso na resposta.
      Não se culpe. Nós como mães fazemos o nosso melhor com o conhecimento que temos na altura. Eu também quando olho agora para trás vejo muitos sinais que na altura não percebi.
      É importante ter uma boa terapeuta pq vai ensinar à sua filha técnicas de aprendizagem. É de facto um caminho de muito trabalho, mas estes miúdos são fantásticos.
      Um beijinho e o que precisar diga.
      Patrícia

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *

×